3 de maio de 2016

Semana de Divulgação dos Escritores Nacionais | Dia 3


Já chegamos ao terceiro dia da Semana de Divulgação dos Escritores Nacionais, um projeto do Blog Não Leia! em parceria com blogs convidados.

Com posts diários e durante esta semana inteirinha, apresentamos aos leitores alguns novos escritores brasileiros e suas publicações – em sua maior parte independentes.

Os autores de hoje trazem ficção científica, terror e romance adulto. Se vocês curtem esses gêneros e estão super querendo conhecer novos livros, eis aqui uma boa oportunidade!


2 de maio de 2016

Semana de Divulgação dos Escritores Nacionais | Dia 2


Segundo dia da nossa Semana de Divulgação dos Escritores Nacionais com mais indicações de livros de novos autores brasileiros!

Como eu expliquei no post de ontem, com as indicações do Dia 1 mais uma introdução “pequenininha” – isso foi irônico, tá! –, a Semana de Divulgação dos Escritores Nacionais é uma ação idealizada pelo Blog Não Leia! em parceria com blogs convidados, destinada a apresentar novos autores brasileiros e seus livros. Entre 1º e 7 de maio, teremos um post por dia com livros e autores diferentes – uma maneira de apoiar os novos escritores brasileiros.

O menu de hoje traz distopia, YA, fantasia e ficção científica, tudo em porções cavalares! Saboreiem!


1 de maio de 2016

Semana de Divulgação dos Escritores Nacionais | Dia 1


Sou fã e sempre apoiei a literatura nacional. Quem me acompanha deve lembrar como fiquei empolgada ao ler Daniel Galera, Antônio Xerxenesky, Antonio Prata, Vanessa Barbara, Juliana Frank, Michel Laub; ou então, como estou morrendo de vontade de ler Raphael Montes e Adriana Lisboa, só para citar alguns.

Esse pessoal que acabei de mencionar já tem um nome construído, alguns livros na bagagem e até visibilidade internacional. Mas, paremos para pensar, eles começaram de algum lugar. Todo mundo começa de algum lugar, e esse lugar quase nunca é o topo.

A verdade é que ainda rola um preconceito enorme com relação à literatura nacional. E o pior é que esse preconceito não vem de gente que lê 2 ou 3 livros ao ano, mas sim de toda uma galera que lê os seus 70 ou mais livros por ano. Gente que gosta de literatura, apaixonada por livros, mas que, incrivelmente, não é aberta a conhecer novos autores se esses autores forem nacionais e em início de carreira. Cruel, eu sei. Acho que em toda área as pessoas penam no início; te exigem um nome e uma experiência ainda não conquistados, mas, ao mesmo tempo, ninguém te dá a oportunidade de acumulá-los. Com a literatura, as coisas não são muito diferentes.

Não quero dar lição de moral, longe disso – eu mesma confesso já ter visto com certo preconceito um ou outro livro/autor nacional de que nunca tinha ouvido falar. E às vezes demora para a gente apertar o gatilho e pensar “Mas para ter uma opinião, seja ela boa ou ruim, eu preciso conhecer o livro, ler o autor, e só então vou saber”. Se eu, que amo conhecer coisas novas, às vezes dou aquela travada perante o desconhecido, imagina quem é um pouquinho mais engessado e não quer nem olhar na cara do que é novo? Pois é.


28 de abril de 2016

O Boxeador Polaco [Eduardo Halfon] #resenha


Considerado um dos melhores escritores hispano-americanos da atualidade e traduzido em diversos idiomas, o guatemalteco Eduardo Halfon é autor e narrador-personagem dos contos que compõem O Boxeador Polaco – mais um título indispensável da Coleção Otra Língua, de autores latino-americanos, publicada pela editora Rocco.

Os cinco contos – e também o discurso no final do livro – lançam um olhar à literatura e ao encontro desta com a realidade, com a vida, as pessoas e o mundo. Na esquina em que o racional e o poético se encontram, é aí que Halfon se instala para contar suas histórias.


25 de abril de 2016

3 motivos para ver We Will Rock You, o musical do Queen


Sim, eu fui conferir We Will Rock You, o musical do Queen! Isso foi já há algumas semanas; fui em uma sessão fechada e, como fã – muito fã! – de musicais e apreciadora de um bom rock, me senti na obrigação de contar um pouquinho sobre WWRY Brasil para vocês.

O espetáculo foi escrito pelo autor e comediante inglês Ben Elton, em parceria com Brian May e Roger Taylor, ambos membros do Queen. Com trilha sonora formada exclusivamente por sucessos da banda, a história se passa no futuro e traz um grupo de jovens que se rebela e decide lutar contra uma grande corporação que trabalha para padronizar todas as pessoas, acabando com sua individualidade. Ou seja, todos usam as mesmas roupas, se comportam da mesma maneira e ouvem as mesmas músicas – o rock, aliás, é proibido.


23 de abril de 2016

Assistidos em março


Os filmes vistos em março não deixaram a desejar – bem pelo contrário, aliás! Filme francês, filme alemão, além do filme sobre os bastidores da extinta série Full House (Três é Demais), sucesso nos anos 90, cuja foto do elenco gerou certa polêmica no ano passado pela má caracterização dos personagens.

Falando em Full House, queria dizer que comecei a assistir à série Fuller House, que é a continuação da história e conta com – quase – todo o elenco original. Falo um pouquinho mais da série lá no final do post.

É isso! Confiram os assistidos em março: